Resenha: Fragmentos do horror — Junji Ito

Publiquei no Café com Tripas uma resenha do livro Fragmentos do horror, de Junji Ito, que pode interessar os leitores deste espaço. Leia aqui.

Descobri Junji Ito faz alguns por meio de traduções piratas na internet, bem num tempo em que eu estava procurando fugir um pouco da hegemonia dos shonens e descobrir novos mangás. Esse autor foi um dos primeiros com quem tive contato na época e, com o tempo, ele acabou sendo um dos que mais contribuíram para que eu continuasse lendo mangás ao longo da vida adulta, pois me mostrou que o mangá poderia me proporcionar experiências tão diversas quanto a literatura ou o cinema.

Atualmente, mesmo já tendo passado alguns aninhos desde quando o li pela primeira vez, confesso que ainda tenho dificuldade de conversar sobre mangás com as pessoas, pois os mais jovens consomem os mesmos títulos comerciais sempre, enquanto os mais velhos ainda não descobriram que os mangás são um gênero literário, quer dizer, uma forma de expressão ampla que abarca diferentes tipos leitores. Diante disso, fico feliz que ocorram publicações de autores como o Junji Ito aqui no Brasil, já que elas são uma porta aberta para novas experiências e para que o consumo das produções de sempre seja oxigenado com coisas novas, privilegiando outras leituras e outros leitores.

Anúncios

Ouse dizer o que pensa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s