Aforismos de fundo de gaveta (VII)

Há conceitos que são como chapeis de burro: aqueles que os utilizam logo são identificados e tratados com aquela condescendência mimoseada aos tolos que os faz até esquecer o ridículo de suas cabeças. Embora o amadurecimento chegue naturalmente para alguns deles e faça com que abandonem seus chapeis e superem a vergonha de terem desfilado publicamente nessa condição, é bem mais comum que sigam imaturos e desavergonhados por longo tempo sem sequer notar o tratamento especial que recebem. Cedo ou tarde, porém, mesmo esses atrasados conseguirão notar aquilo que sempre foi óbvio para todos e deixar sua antiga condição: “Vejam, há quem use chapeis de burro”, dirão como se desvelassem uma profunda metafísica ao apontar aqueles de quem se desvencilham e com quem até pouco tempo se misturavam. Trata-se de algo vergonhoso de ver, certamente, mas ao qual não cumpre dirigir desprezo ou piedade; há esperança mesmo para eles, pois assim como descobriram a burrice, talvez um dia possam descobrir a inteligência.

Anúncios

Ouse dizer o que pensa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s