Biznes

A verdade não vende.

Ela fica lá, encalhada

jogada atrás das estantes dos best-sellers

embaixo de algum tapete

no canto do fundo de algum armário de cozinha que ninguém limpa por dentro

enrolada dentro do baseado empastelado mais próximo

ou mesmo granulada no meio do pó de sua preferência.

Às vezes, tem até um pessoal que aluga.

Olham bem, fazem o empréstimo, colocam na bolsa e levam pra casa. Tudo certinho.

Mas essas almas inquietas jamais ficam mais do que três dias com as verdades alugadas; chegam aqui sempre com aquelas caras de susto, ainda esbaforidas de tanto que correram pra devolver as verdades.

Eles as devolvem ainda frescas, amarguíssimas, mal tocadas ou sequer retiradas da caixa. Um desperdício.

O dia em que o negócio das verdades der certo ficarei riquíssima, mas não poderei dividir meus lucros com quase ninguém: poucos se mantêm após o consumo regular de verdades.

Mas, sabe como é

nada pessoal,

amizade amizade

biznes à parte.

PS: texto roubado do ótimo A las buenas chicas no les pasa nada. Tenham o bom gosto de ir lá conhecer.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Biznes

    • Eu também sempre me surpreendo quando gostam daquilo que escrevo.

      Por algum motivo, pensar que não valemos nada parece o primeiro pensamento lógico que vem na mente quando pensamos em nós mesmos.

      Mas você é muito boa, Carolina. Continue escrevendo, continuarei acompanhando.

Ouse dizer o que pensa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s