Pequena provocação (a)teológica

tirinhas57

1. Teoricamente, deus tudo sabe: qualquer ação sua sempre causa exatamente o que ele desejou que causasse, uma vez que seu conhecimento do futuro e do resultado de suas ações permite que elas se deem com exatidão.

Diferentemente dele, nós desconhecemos quase tudo: agimos sem saber qual será o resultado de nossa ação, por isso, erramos frequentemente em nossas tentativas e carregamos incertezas em tudo o que fazemos.

2. Mas se deus tudo sabe, então há algo que ele não sabe: como é não saber. Deus não sabe como é agir sem conhecimento, tal como um mortal, pois tem todo o conhecimento a seu dispor. Sempre que conhece, conhece absolutamente, logo, mesmo que conhecesse a ignorância, conheceria do ponto de vista de quem sabe tudo a respeito dela e não do ponto de vista de quem a experimenta “por dentro”.

Por sinal, mesmo que quisesse experimentar a ignorância enxergando por meio de nossos olhos, como se eles fossem seus óculos, por exemplo, ainda estaria enxergando a partir de sua onisciência e, consequentemente, ainda estaria sabendo de tudo em vez de experimentar a ignorância. Deus, se existir, é incapaz de entender a condição humana justamente porque é incapaz de experimentar a ignorância que a acompanha.

3. Disso se segue que ou o conceito de onisciência é contraditório, ou que deus não é onisciente. Ou que eu fiz algum raciocínio errado aí atrás, é claro.

Que venham as refutações.

Duas notinhas sobre esse texto: a primeira é que a tirinha magnífica que o ilustra vem do ótimo Um sábado qualquer; já a segunda é que minha amiga Victória Fajardo (também filósofa) lhe fez uma objeção interessante que eu gostaria que constasse aqui: ela considerou que Jesus, ao ser um deus que se fez humano e que perdeu sua temporariamente sua onisciência, poderia experimentar a ignorância. Eu concordo com ela, entretanto, acrescento que se depois de sua morte Jesus voltasse a ser onisciente, então o problema voltaria e mesmo quando pensasse em sua própria experiência de ignorância ele estaria incapacitado de experimentá-la.

Anúncios

8 pensamentos sobre “Pequena provocação (a)teológica

  1. Pingback: Ao invés do inverso, quatro anos | Ao invés do inverso

  2. Pingback: “Pequena provocação (a)teológica” – REFUTADO! | Refutando o Ateísmo

  3. Se Deus é onisciente, todas nossas ações já seriam de conhecimento de Deus e toda a criação do Universo não passaria de uma fútil (?) reprodução de algo que já era conhecido desde sempre. Se Deus é onisciente e eterno, nós já vivíamos eternamente em sua consciência.

    • Concordo.

      Eu lembro que durante a graduação o professor de Filosofia Medieval Latina me deu uns bons argumentos contra esse modo de pensar (eram baseados no Boécio), mas eu já não me lembro mais deles, infelizmente. Seria um tema legal para debater.

  4. Nota interessante, mas pensar que Chessuiz desceu ignorante é difícil de argumentar. De qualquer forma ele precisaria saber mais que qualquer um, não apenas numa diferença de grau, mas no sentido de um conhecimento que é inacessível ao humano, para a operação de qualquer milagre.

    Gostaria de fazer uma observação. – Nem precisa chegar em Deus, nós mesmos não temos noção da nossa ignorância. Essa noção é muito tardia e nós sabemos apenas que ela é grande, mas não temos realmente senso da nossa ignorância. É uma ponderação sábia, mas não “necessariamente óbvia”. – Entende?!…

    • Adotar esse pressuposto sobre Jesus é bem complicado mesmo, mas é complicado teologicamente, então não ligo porque a teologia não me toca.

      A segunda observação eu não sei se entendo, mas acho que em todo ato de conhecimento humano algo escapa, algo falta, pois somos finitos ou insuficientes, ao passo que deus é incapaz disso, pois ele já conhece tudo e nada falta. Acho que não deve ter nem ato de conhecimento propriamente para ele, pois ele não pode descobrir nada, já que sabe tudo de antemão.

Ouse dizer o que pensa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s